Economize água, para evitar o racionamento!

 

Publicado em: 18/09/2020 14:12 | Fonte/Agência: Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Ibiporã

Whatsapp

 

Diante da situação de momento, causada pelo longo período de estiagem, somado às altas temperaturas ocorridas nos últimos dias, o SAMAE recomenda aos moradores cujos domicílios estão localizados em setores críticos para o sistema de distribuição, que evitem a realização de operações que demandem maiores consumos de água.

O Decreto Estadual nº 4.626/2020, que regulamenta as medidas que as empresas de saneamento paranaenses podem adotar durante a crise hídrica que assola nosso estado, permite a adoção, por exemplo, de rodízios no abastecimento, o que estamos procurando evitar a todo custo, por conta de todo transtorno que esta medida causaria à nossa população. Porém, sua utilização pode se tornar inevitável caso a população não se conscientize sobre a gravidade desta crise hídrica e não mude o comportamento com relação ao seu padrão de consumo.

Pedimos ainda, aos usuários cujos domicílios encontram-se em regiões críticas para o sistema de distribuição, em especial: Vila Martins, Jardim Pinheiro, Praça Ciro Ibirá de Barros e Jardim Bom Pastor, dentro do perímetro Urbano e ainda Condomínio Fazenda Itaúna, Vila Rural, Balneário Tibagi, todos localizados em locais distantes da sede desta autarquia e que apresentam sérios problemas de abastecimento nos finais de semana, que procurem fazer uso disciplinado da água para que possam ter acesso a este bem essencial durante este período de escassez de chuvas e de altas temperatura.

Nas localidades da Vila Rural e Condomínio Fazenda Itaúna, pedimos que nos finais de semana, evitem encher piscinas, irrigação de gramados e qualquer outra prática que possa comprometer ainda mais o sistema de abastecimento.

O SAMAE está trabalhando constantemente no sentido de promover melhoria contínua das nossas atividades. Estamos há seis meses sem executar o corte no fornecimento de água aos inadimplentes, por sermos solidários à situação econômica adversa causada pela pandemia do COVID-19, porém, a falta de compreensão que está ocorrendo frente a uma situação muito delicada pode ocasionar um colapso do sistema de abastecimento de água.

Pedimos novamente a compreensão e a colaboração, economize água para não falta no futuro!